quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

I'm Glad You Came

E mais um ano se foi. E esse foi rápido O_O! Na verdade o ano começou a correr da metade pra frente. Independente da velocidade que passou 2013 foi um ano lotado de coisas, sejam elas boas ou ruins. Mas vamos ao que interessa!

Devo confessar pra você que o ano começou de mal a pior. "Começou", já que o ano de verdade por aqui no Brasil só tem inicio depois do carnaval. Em janeiro nada aconteceu, o que é ruim. Se o ano já não começa muito bem pode-se esperar que coisas piores virão.

Quando você está trabalhando num lugar aonde, não importa o que você faça, seus superiores nunca vão te dar valor o ano tende a ser custoso. 2012 foi assim. Esse ano tinha tudo pra ser desastroso em igual proporção em matéria de trampo, mas eis que acontece o milagre. Demorou, mas aconteceu. Em novembro fui demitido e me vi livre das amarras. Ponto pra mim =).

Tirando os perrengues no serviço e as crises esquisitas e sem motivo aparente, que às vezes surgem, o resto do ano eu só tive a ganhar. Por falar nessas crises, acho que até elas me ajudaram demais em alguns aspectos. Eu consegui ver com clareza algumas coisas que estavam atrapalhando minha vida às quais eu estava muito apegado. O peso que saiu das minhas costas e o horizonte que se abriu à minha frente foram maiores do que toda e qualquer decepção!

A metade do ano chegou e as coisas começaram a engrenar. De repente tudo virou ao meu favor e começou a dar certo. Vocês sabem como isso me assusta, mas passado o sufoco já estava mais do que na hora de eu colher os frutos que venho plantando com certo custo. Foi naquele momento que percebi que o ano ainda tinha muito a me oferecer e aceitei de peito aberto.

Churras, festas, amigos, gordices, Julices, Caiozices, foda-ses bem grandes a tudo que me puxava pra trás. Aquele era o ponto de virada. Já era hora de começar a escalar pra valer a montanha pra poder ver o mundo do topo. Comecei a perceber que eu perdi tempo demais me atendo à conceitos que eu me apegava sem saber direito o porquê. A partir daquele momento o lema era "vamos nos permitir". E assim foi feito!

Esse foi o ano do combo master. Imagine-se ser convidado pra uma festa que prometia demais e a galera fazendo contagem regressiva pra zoeira começar. E aí finalmente chega a festa e realmente é tudo aquilo que todos esperavam, com momentos mitos (suquinho bão, capotes, tá tocando Britney!!! - entendedores entenderão). Logo depois da festa você e seus parças saem de madruga e pegam uma van para um dos lugares mais fodas do Brasil. Festa foda + Hopi-Hari é uma coisa difícil de tirar da memória.

Tretas. Muitas, ilimitadas, infinity-tretas. O que seria de um ano memorável se não fossem os embates épicos, as discussões inteligentes, o massacre em cima de babacas da internet. Esse 2013 teve confusão pra tudo quanto é gosto e não posso dizer que não me diverti com tudo isso. No final das contas, ninguém corre quando o circo pega fogo.

A Linhas Urbanas fez 1 ano de vida. Sim, eu tenho uma banda. sim nós já fizemos 1 ano nos aturando e trabalhando em prol de levar nosso som por aí. Esse ano o que surgiu de banda na minha cidade não foi brincadeira. Teve banda de tudo quanto é tipo e, como toda modinha, a maioria acabou antes mesmo de ter o nome decidido. Mas nós perseveramos e estamos aqui pro que der e vier.

Outra coisa: meu aniversário foi foda!

Ah... E o que fecha meu ano com chave de ouro: PESSOAS! Todos vocês sabem que os meus amigos são o que fazem o meu coração continuar batendo. Esse ano o meu círculo de amizades cresceu de forma incontrolável. O número de pessoas fodas as quais hoje eu tenho o prazer (escorreu uma lágrima aqui agora :'D) de chamar de amigos não dá pra contar nos dedos das mãos. Sem vocês a vida não faz nenhum sentido pra mim!

Não tem todo mundo na foto, até porque isso seria impossível, mas dá um bom exemplo do que realmente importa!

Acho que foi isso...

À todos aqueles que fizeram parte de todo o meu 2013 e também pra aqueles carinhas fodas que entraram nesse meu barco furado a pouco tempo, mas que já são como uma extensão de mim (sim, vocês já moram no meu core =3), eu deixo o meu muito obrigado! Só existe uma frase que mostra perfeitamente o que estou tentando dizer:

I'm glad you came!

Um comentário:

  1. OWCH! DEFINIU 2013, só não contou as minhas tretas que eu fazia todo mundo sofrer junto e o meu desaparecimento... mas ta valendo! Eu, em nome do RaCiBi agradeço imensamente! <3
    Valeu, sephão, é nois que macumba!

    ResponderExcluir