terça-feira, 30 de julho de 2013

Olimpíadas de inverno

É, nevou no Brasil. Eu nunca achei que fosse viver o suficiente pra ver neve por aqui. Na verdade eu sempre achei que o nosso país fosse derreter em uma massa de magma, devido ao calor extremo que derreteria cada pedaço dessa nossa terra adorada. Mas, assim como o povo indo pras ruas protestar contra o governo, o impossível aconteceu e a neve (e telhados, muros...) caiu (e carros derraparam, rodovias foram fechadas e todo tipo de problema que a neve acarreta) nesse solo sagrado.

Tudo isso me lembra que eu já participei de uma olimpíada de inverno.

Nos confins de 2003 (eu acho), no auge dos meus 10/11 anos de idade, a neve não caia (e acredito que nunca cairá por aqui) farta como agora no nosso país. Com ou sem neve inverno é (ou pelo menos era) uma época foda! Por que? Porque é férias, meu velho, e férias é bom em qualquer estação do ano. E essas mesmas férias ficam ainda melhor quando se tem algo pra fazer.

Não, nós não tínhamos nada pra fazer e naquela altura do campeonato o tédio beirava o abismo. Eu morava naquela época na Vila Viana (sim, o mesmo bairro onde conheci o Paulinho) e, a bem dizer, era um bairro até bem movimentado se tratando da pirralhada. A Vila tinha muitos pontos de onde se podia extrair diversão e sempre tinha algum endemoniado gênio pra inventar a mais impensável brincadeira (porra, nós chegamos a desenhar um mapa do bairro com pontos estratégicos marcados pra usarmos nas nossas "aventuras").

Nem adianta, filho, porque o nosso ownava qualquer outro mapa já feito... Cartolina é outro nível u.u

Eis que do tédio brota uma ideia. E dessa vez não foi nenhum pivete ranhento que propôs. Alex (eu acho que esse era o nome do cara), um esportista, não me lembro se profissional ou só de fins de semana, aparece na rua com um projeto pra molecada gastar o resto do tempo livre das férias: uma olimpíada de inverno!

Troque a neve por areia e violá!

Você tem alguma duvida de que a olimpíada foi prontamente aceita e causou crises de esquizofrenia em todos de tanta excitação?

Tudo foi muito bem arquitetado. O Alex, em parceria com a sua companheira (chamo assim porque até hoje não entendi a relação dos dois '-'), bolaram todas as atividades e nos dividiram em duas equipes, equilibrando (pelo menos na minha lembrança era equilibrado) os pontos fracos (eu, PC, Otávio) e os fortes (Durval, Hudson, Jaydson) de forma que nenhuma equipe foi privilegiada. As atividades variavam da mais clássicas como corrida, revezamento, futebol (oh God why ¬¬???), até as mais WTF tipo cabo de guerra, barra, damas, Quiz, vídeo-game e por aí vai.

Na hora eu pensei "já era, vou debulhar esses otários no 64!"... Mas aí eu a fita vi do futebol sendo colocada no console e meu mundo caiu ='(

Só pelas atividades já dá pra você ter uma noção do quão divertido foi isso no quesito brincadeira de férias e o quão fracassado foi no quesito olimpíada.

Por mais fracassado que tenha sido como olimpíada, eu tenho que admitir que foi uma das coisas mais divertidas que já fiz em todas as minhas férias. A prova dessa diversão foi que muitas das cenas ficaram gravadas de forma latente na minha memória, como se fosse ontem - o futebol em que eu fiquei de fora por não gostar, a partida de vídeo-game (futebol de novo -_-), o jogo de damas que eu disputei (e perdi =/) entre outras muitas outras coisas.

A olimpíada acabou do jeito que toda criança gosta: festa!

Houve uma pequena "cerimônia" para a entrega das medalhas de toda a equipe vencedora E da perdedora (a minha, pra variar ashausahusahushas). Ganhamos a medalha de prata e, até pouco tempo atrás, eu ainda tinha a minha guardada, pendurada no meu quarto. Na verdade a medalha ainda deve estar zanzando por alguma caixa no meu quarto, já que ainda têm coisas que não re-arrumei depois da mudança.

Pra você verem que nem na brincadeira eu ganho alguma coisa ¬¬'

Essa é uma das lembranças que eu tenho certeza que vou guardar pra sempre. Afinal de contas, que criança consegue se esquecer de algo tão bom que terminou em filme, pipoca e amigos?

3 comentários:

  1. c e mlk !

    mt bom texto guri!

    -Gubi

    ResponderExcluir
  2. Alex ?. se for quem eu to pensando, ele é ou era marido da minha madrinha.. -Lucas Hoffmann

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É o Alex, tio do Fladson e do Flayner... Não sei se é o mesmo '-'

      Excluir