terça-feira, 25 de dezembro de 2012

O primeiro Natal nesse Estranho Mundo

E cá estamos nós em mais um Natal. Mas esse é especial, porque é o primeiro na breve vida do blog. Não que Natal seja uma data muito significativa pra um pagão, mas não custa nada desejar votos de boas vibrações pras pessoas que nos são queridas (embora eu ainda ache que isso deve ser feito diariamente u.u). 

Natal é , essencialmente, tempo de perdoar...

Nos momentos difíceis, acendamos uma luz na escuridão...
Estou aqui nessa postagem justamente pra pedir perdão. Eu sou humano ,porra, e nós cometemos. Eu em especial erro muito mais do qualquer outro ser humano comum. Eu cometo erros idiotas e meu orgulho besta me impede de voltar atrás na hora certa o que acaba gerando muita dor e confusão. Felizmente eu amo mais os meus amigos do que amo meu orgulho, então quebro a cara e depois coloco o rabinho entre as pernas e peço desculpas pelas cagadas... E esse ano foram muitas cagadas... Palavras mal-ditas, atos mal-pensados, pensamentos que deveriam ficar calados e que acabaram sando de controle  causando um estrago sem par.

"Que neste Natal,
eu possa lembrar dos que vivem em guerra,
e fazer por eles uma prece de paz.

Que eu possa lembrar dos que odeiam,
e fazer por eles uma prece de amor.

Que eu possa perdoar a todos que me magoaram,
e fazer por eles uma prece de perdão.

Que eu lembre dos desesperados,
e faça por eles uma prece de esperança.

Que eu esqueça as tristezas do ano que termina,
e faça uma prece de alegria.

Que eu possa acreditar que o mundo ainda pode ser melhor,
e faça por ele uma prece de fé.

Obrigado Senhor
Por ter alimento,
quando tantos passam o ano com fome.

Por ter saúde,
quando tantos sofrem neste momento.

Por ter um lar,
quando tantos dormem nas ruas.

Por ser feliz,
quando tantos choram na solidão.

Por ter amor,
quantos tantos vivem no ódio.

Pela minha paz,
quando tantos vivem o horror da guerra."

Desculpem... Eu não sou perfeito, mas talvez com a ajuda de vocês eu possa me tornar um pouquinho melhor ^^!

Nenhum comentário:

Postar um comentário