sábado, 13 de outubro de 2012

O milagre da paçoca *-*

> 1/2 kg de amendoim torrado, sem sal e sem pele.
> 2 xícaras de açúcar.
> 1/2 xícara de farinha de milho
> 1 colher de café de sal

Soque tudo no pilão e faça rolinhas com a ajuda de papel manteiga.

Paçoca!!!

Está aí um doce tipicamente brasileiro, de origem indígena, filho da puta de tão viciante. Chega a ser engraçado como uma coisa tão simples (putz, velho, amendoim esmigalhado com açúcar  quer coisa mais pobre do que isso???) pode ter se transformado em algo tão cultuado. É, meu caro, existe um culto à paçoca e não é pequeno não.

Você resisti a comer uma só???


Hoje em dia, pelo menos pra quem usa internet com frequência (alguém aí...?), dá pra perceber como o maldito amendoinzinho socado está hypado. O hype em cima da paçoca é tanto que a palavra começou a figurar na boca (?) de memes por aí. Têm gente que nem gosta porcaria nenhuma do doce e sai por aí montando altares pra ela só pra tentar fazer parte do "novo movimento cult" que vêm surgindo em torno do doce.

Se você parar pra pensar daqui há uns dias vão aparecer hipsters de paçoca. Pregando a palavra do amendoim e crucificando os hereges que se apossam do seu precioso tesouro culinário.

E o pior é que a rolinha tem crédito nisso tudo. Vai ser gostosa assim lá na puta que pariu! E há algum tempo ela ganhou um upgrade capaz de colocá-la no topo da cadeia alimentar. Não sei quem teve a ideia de pegar algo que já era bom e lançá-la num nível além dos doces comuns, ams palmas à esse gênio.

Hoje a paçoca, que já era o supra sumo da gastronomia doceiristica nacional, sofreu uma foderosa mutação que a transformou na Senhora Suprema. Pegaram a querida paçoquinha e a mergulharam em um rio de perdição marrom-glicose. Surge assim a Deusa dos Doces Vestida com o Manto Sagrado do Pai Confeiteiro Chocolate.

Paçoca + Chocolate= realmente existe um Paraíso *---*


Simples sem ser simplória, estremamente viciante e um desafio aos fracos (põe duas paçocas na boca e fala "fazendo um favor" asasuahuahauhuahsuahs). Vida longa à paçoca \o/

Nenhum comentário:

Postar um comentário