sábado, 25 de agosto de 2012

Eu me mudei... (De novo -_-')

O ser humano possui uma habilidade que lhe tem permitido continuar caminhando por esse planeta calmamente até hoje enquanto tantos outros animais já caíram no meio do caminho: Adaptabilidade.



Por mais que Deus (ou Miguel, pra quem leu A Batalha do Apocalipse) venha tentando através dos tempos  nos ensinar o caminho certo destruir sua própria criação, nós continuamos aqui, firmes, fortes e se alastrando e consumindo tudo como uma praga. E a cada tentativa, cada desgraça que ameaça ruir o mundo e acabar de vez com a humanidade, o homo sapiens sai vivo e ainda mais forte.

Ou seja, o ser humano nasceu pra mudar, se adaptar... Eu sou bom nisso!

Cara, nesses meus 20 aninhos de idade eu já me mudei umas 15 vezes no mínimo. Já morei em tanto bairro que fica difícil lembrar os lugares. E é sempre a mesma coisa: chega em um lugar, cria laços, as coisas complicam, sai da casa, começa tudo de novo. A pior parte é recomeçar já que na grande maioria das vezes eu perco o contato com os meus amigos da vizinhança.

Também tem o problema da chatice de juntar as coisas e cuidar pra que nada suma e/ou estrague na mudança. São caixas e caixas com todas as suas coisas mais valiosas sacolejando em um caminhão. E aí você chega na nova casa e tem que arrumar tudo pra tentar reconhecer o quarto como sendo seu, o que resulta, invariavelmente, em uma noite em meio à bagunça, a menos que você perca boa parte de seu tempo de sono para colocar tudo em ordem.

Algumas das minhas coisas mais importantes estavam dentro dessa mísera caixa de papelão =/

Eu odeio a mudança. Sei que é sacanagem da minha parte, mas eu sempre dou um jeito de sumir na hora de mudar e deixo tudo por conta do pessoal aqui de casa. Sair por aí num caminhão e depois chegar em uma casa desconhecida e ainda ter que pegar peso pra descarregar as coisas não me agrada em nada e eu sou fiel seguidor da máxima "Nunca faça o que você não gosta!".

E por que eu me mudei??? Vocês perguntam.

Dividas meus caros. Entramos numa bola de neve que começou no final de 2009 e foi só piorando (já já eu explico pra vocês direitinho). Quando fui morar na minha recente antiga casa nós já estávamos indo pro buraco, mas ele era mais embaixo. As contas foram se acumulando; chegamos a ficar sem luz umas duas vezes e uma vez sem água, sempre pagando uma conta e deixando várias pra trás. Aluguel então nem se fala... Pagávamos R$450,00 e devia ter uns 3 meses atrasados. Sad but true little bitches of my heart.

Minha nova casa é menor e mais humilde, mas o aluguel é bem menor (R$300,00) e eu vou pagar sozinho deixando as outras contas por conta da minha mãe e da minha irmã. Acredito que nesse esquema as coisas vão engrenar por aqui e a vida vai voltar a ser como era antes (leia-se quando eu colocava a cabeça no travesseiro e não demorava a dormir pensando nas dívidas).

Esse é o  meu beco e aquele portão o fechando é o da minha casa.

Pelo menos dessa vez todos os meus amigos continuam comigo ^^!

É hora de recomeçar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário